Para elaborar um projeto no TJPI, é necessário ser um PROPONENTE COMPETENTE (quem pode propor um projeto no TJPI) conforme definido pelo Provimento Conjunto Nº 34/2021 – PJPI/TJPI/SECPRE:

  1. todas as unidades judiciárias e administrativas de 1º e 2º graus do Poder Judiciário do Estado do Piauí, através do seu gestor nomeado;
  2. as comissões permanentes e temporárias criadas por ato normativo, tanto no âmbito da Presidência do Egrégio TJPI, quanto da Corregedoria Geral da Justiça, mediante ata de reunião assinada;
  3. os grupos de trabalho e comitês locais em atividade, no âmbito do Poder Judiciário do Estado do Piauí, mediante ata de reunião assinada;

Passo-a-passo para elaboração de um Projeto:

  1. O PROPONENTE Iniciar um Processo SEI do Tipo “Projeto/Proposta”;
  2. Incluir um documento do tipo “Termo de Proposta e Abertura de Projeto”;
  3. Preencher o “Termo” completamente conforme exemplo abaixo:
    1. Nome do Projeto: Definido pelo proponente, não existe uma regra;
    2. Unidade Demandante: Unidade Administrativa/Judiciária do TJPI que propõe o Projeto (PROPONENTE);
    3. Gestor da Iniciativa:
    4. Gerente do Projeto:
    5. Fonte de Recursos:
    6. JUSTIFICATIVA DO PROJETO:
    7. PUBLICO ALVO:
    8. ALINHAMENTO ESTRATÉGICO:
    9. OBJETIVO DO PROJETO
    10. PARTES INTERESSADAS
    11. PRODUTOS:
    12. ESCOPO PRELIMINAR:
  4. Preencher o Plano de Ação – este plano é baseada na metodologia 5W2H:
    1. O que: Se refere à tarefa a ser executada – um nome ou uma descrição bem resumida;
    2. Quem: Qual o nome da pessoa ou equipe responsável pela execução da tarefa, deve ser inserido também uma forma de contato como e-mail ou telefone;
    3. Quando: data, e hora se for o caso, de Início e Fim da tarefa, este item é obrigatório para aprovação do projeto pela SEGES;
    4. Onde: se for o caso, o local de execução da tarefa;
    5. Porque: a Justificativa desta tarefa e/ou qual a tarefa deve ser OBRIGATORIAMENTE executada antes de iniciar esta;
    6. Como: Descrição de como será executada esta tarefa, deve ser de forma resumida;
    7. Quanto: se for o caso, qual o custo financeiro (incluindo a fonte de recurso e a aprovação), necessidade material e pessoal;
  5. Após a assinatura do(s) responsável(is) pelo projeto (O PROPONENTE e se for o caso do GERENTE DO PROJETO), o processo SEI deve ser enviado para a SEGES (que encaminhará para a Coordenadoria de Escritório de Projetos) que fará uma análise.