Início » Corregedoria » CGJ visita mais cinco cidades e entrega “Vara 100% Digital” à comarca de Batalha
 

CGJ visita mais cinco cidades e entrega “Vara 100% Digital” à comarca de Batalha

O Corregedor Geral da Justiça, desembargador Hilo de Almeida Souza, entregou essa semana para a Vara Única de Batalha o “Selo Vara 100% Digital”, por digitalizar seus processos e passar a atuar exclusivamente através do Processo Judicial Eletrônico nos feitos cíveis. Além de Batalha, a comitiva da CGJ visitou as comarcas de Esperantina, Luzilândia, Matias Olímpio e Porto para ouvir as demandas, trocar experiências e falar dos projetos da Corregedoria. Até agora, foram vinte e um municípios visitados.

Acompanhado do juiz auxiliar, Luiz Moura e comitiva da CGJ ouviu dificuldades e necessidades de cada unidade e falou sobre como a Corregedoria está atuando para trabalhar de forma integrada com todas as comarcas. “Até o final da gestão, vamos visitar todas as comarcas do Piauí. Sempre ressalto que não se trata de inspeção, mas de uma visita de cortesia, para conhecer de perto a realidade de cada unidade e ouvir os magistrados e servidores. Tudo isso vai nortear nossas ações para chegarmos ao nosso objetivo, que é comum”, explicou o desembargador.

Durante as visitas, Magistrados e servidores garantiram que vão se esforçar para, além de trabalhar na digitalização de processos, apresentar um plano de trabalho. Por outro lado, a Corregedoria se comprometeu em ajudar a solucionar problemas comuns às comarcas.

A juíza de Batalha, Dra. Lidiane Suély Marques Batista, ressaltou a importância do momento, de troca de ideias e busca para solucionar os problemas da região, como a dificuldade relacionada ao número de servidores para a quantidade de processos na vara única.

Na ocasião, Dr. Luiz Moura, juiz auxiliar da Corregedoria, ressaltou as ações já realizadas para melhoria da atividade jurisdicional. “Uma delas é o gabinete itinerante, que vem percorrendo as unidades com maiores problemas com a quantidade de processos para baixa. Vamos estudar a questão e encaminhar a equipe para auxiliar também a Vara Única de Batalha”, disse o juiz.

Ainda durante a viagem, a comitiva ouviu relatos das dificuldades dos oficiais de justiça para cumprimentos de mandatos. Nesse sentido, o corregedor adiantou que a Corregedoria implantará um projeto pioneiro, que vai facilitar o trabalho em todo Piauí. “Sabemos que algumas comarcas precisam realmente de mais oficiais, porém ao que compete a Corregedoria, vamos organizar uma forma de minimizar os problemas e garantir a prestação jurisdicional de forma mais eficiente”, garantiu o desembargador.

Além da Vara Única de Batalha, a CGJ, através da Central de Digitalização, Central de Distribuição de Processos e CEAS, já trabalham exclusivamente através do Pje nos feitos cíveis a 10ª, 9ª Varas Cíveis de Teresina, além da Vara Única de Monsenhor Gil. Os trabalhos estão sendo feitos em parceria com os servidores das unidades. As próximas a receber o selo Vara “100% Digital”, a 8ª Vara Cível de Teresina, além da comarca de Bom Jesus.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email