Início » Corregedoria » Com festa, 1ª Vara da Infância e da Juventude recebe “Selo Vara 100% Digital”

Com festa, 1ª Vara da Infância e da Juventude recebe “Selo Vara 100% Digital”

 
 

 

A 1ª Vara da Infância e Juventude recebeu nesta quarta (3) o Selo “Vara 100% Digital”.  A entrega contou com a presença do Presidente do Tribunal de Justiça e do Corregedor Geral da Justiça, desembargadores Sebastião Ribeiro Martins e Hilo de Almeida Souza. A unidade é oitava a receber o selo e a décima quinta a concluir seu processo de digitalização no Estado. Até agora, cerca de 22.500 processos foram digitalizados.

Na entrega, o Corregedor Geral da Justiça ressaltou o empenho dos servidores da Unidade e a agilidade que passam a trabalhar a partir de agora, apenas com o processo judicial eletrônico. “A digitalização é um caminho sem volta. Esse é um desafio do Tribunal de Justiça e da Corregedoria Geral da Justiça que vamos concluir e isso está acontecendo graças ao empenho dos nossos servidores e magistrados. Além de mais agilidade na execução dos trabalhos, os servidores ganham em qualidade de trabalho”, destacou o desembargador Hilo de Almeida Sousa.

O presidente do TJ ressaltou mais uma vez a dinâmica do processo de digitalização e o trabalho da CGJ. “Mais de 80% dos processos judiciais tramitam em âmbito de primeiro grau. A Corregedoria tem feito um grande trabalho e fico muito feliz em entregar mais esse selo, que é resultado do esforço dos nossos servidores e magistrados que vestiram a camisa desse desafio, que é prioridade para o Poder Judiciário piauiense”, disse o desembargador Sebastião Ribeiro Martins.

A juíza titular da 1ª Vara da Infância e Juventude, Dra. Maria Luísa de Melo Freitas falou de como sua equipe foi essencial para a conquista do selo e do trabalho realizado na unidade. “Ver as prateleiras vazias de processo é um sonho de todo Juiz. Essa conquista é o resultado de um trabalho coeso de toda equipe, que cuida com muito zelo de uma unidade que é especial, uma vez que cuidamos de um público muito especial, que é a criança e o adolescente. A digitalização vem melhorar e muito nosso trabalho e isso só foi possível graças ao incentivo que a Corregedoria nos deu, não apenas treinando nosso pessoal, mas dando uma gratificação para que eles pudessem ficar horas a mais do seu expediente realizando esse trabalho”, ressaltou a magistrada.

A Secretária Geral da CGJ, Mônica Lopes, chamou atenção que, muito além da gratificação, o que vem fazendo a diferença desse processo é a vontade dos servidores, que acamparam a idéia. “A digitalização melhora a qualidade de vida do servidor, que não precisa mais lidar com processos físicos, que abre fronteiras para a realização da modalidade de Teletrabalho, além de facilitar o trabalho do advogado, que pode acessar o processo de qualquer lugar e a qualquer hora, e claro, do jurisdicionado, que vai contar com mais agilidade no serviço”, explica Mônica Lopes.

Até agora, já receberam o Selo de “Vara 100% Digital” a 1ª, 8ª, 9ª e 10ª Varas Cíveis em Teresina, além das Varas Únicas de Monsenhor Gil, Batalha, Bom Jesus, além da Vara Agrária de Bom Jesus. Já terminaram os trabalhos e estão aptas a receberem o selo as Varas Únicas de Fronteiras, Elesbão Veloso, Barro Duro, Buriti dos Lopes, Itaueira e Água Branca,  2ª Vara Cível de Piripiri e 3ª Vara da Comarca de Parnaíba.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email