Campanha “Sinal Vermelho”: Coordenadoria do TJ-PI discute protocolo de atendimento à mulher junto às instituições parceiras do projeto

 
 

Nesta semana, o coordenador da Coordenadoria da Mulher do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), desembargador José James Pereira, reuniu-se com o presidente da Associação dos Magistrados do Piauí (Amapi), Leonardo Brasileiro, e representantes das instituições parceiras da Campanha “Sinal Vermelho contra a Violência Doméstica”, na sede do Quartel do Comando Geral (QCG) da Polícia Militar, para discutir o Protocolo de Atendimento à Mulher no âmbito da campanha. A iniciativa foi lançada em junho deste ano, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e pela Associação de Magistrados do Brasil (AMB), com a colaboração dos Tribunais de Justiça, das Associações de Magistrados e de redes de farmácias em todo o Brasil.

O encontro focou no debate do funcionamento do atendimento às mulheres quando essas sinalizarem que precisam de ajuda, nas farmácias inseridas na campanha. O protocolo contém instruções de como esse apoio será prestado pelos farmacêuticos e pelos atendentes das farmácias que atuam na causa do combate e enfrentamento à violência contra a mulher e ainda, orientações à Polícia Militar, instituição que será acionada para atendimento à demanda.

Participaram do encontro, ainda, o secretário da Secretaria de Segurança Pública do Estado, coronel Rubens Pereira; o comandante da Polícia Militar, Lindomar Castilho; representantes do Conselho Regional de Farmácia, Joseane Leitão, e do Sindicato dos Farmacêuticos, Maria do Socorro; PM Rodrigues, Coordenador Geral de Operações da PM-PI,  o major PM Lebre, chefe interino do Centro de Operações Policiais Militares (COPOM), a capitã PM Leoneide, comandante da Patrulha Maria da Penha da PM-PI; e a secretaria-executiva da Coordenadoria da Mulher do TJ-PI, Leina Monica.

 

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email