Início » Destaques » Coordenador do Plenário Virtual, desembargador Olímpio Galvão promove reunião para melhorar uso da ferramenta nesta sexta-feira (4)
 

Coordenador do Plenário Virtual, desembargador Olímpio Galvão promove reunião para melhorar uso da ferramenta nesta sexta-feira (4)

O desembargador Olímpio Galvão, recém-nomeado coordenador do projeto Plenário Virtual no âmbito do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), promoveu reunião, na manhã desta sexta-feira (4), com os secretários das Câmaras Especializadas Cíveis, Criminais e de Direito Público para discutir sugestões de melhorias quanto à funcionalidade da ferramenta, a fim de garantir mais celeridade ao julgamento dos processos em ambiente virtual.

Além disso, foram discutidas metas e traçadas diretrizes visando ao aperfeiçoamento dos procedimentos realizados no Plenário Virtual, por meio do sistema Processo Judicial Eletrônico (Pje). Na oportunidade, o coordenador reforçou a importância do Plenário para otimizar a prestação jurisdicional. “A instalação do Plenário Virtual tem se dado de forma muito exitosa. Até a presente data, 1755 processos já foram pautados e destes, foi julgada uma taxa de 80%”, afirma o desembargador Olímpio Galvão.

O coordenador destacou também as vantagens das sessões virtuais, no tocante à economia dos recursos despendidos para uma sessão presencial. “Além de aumentar a produtividade, o gasto com energia e o uso de papéis, por exemplo, diminuiu, proporcionando maior economia para o Poder Judiciário”.

Plenário Virtual

Desde sua implantação no dia 7 de junho, os desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí já realizaram o julgamento, de forma inteiramente virtual, de mais de mil processos de competência originária, além dos recursos interpostos no segundo grau de jurisdição da Justiça Estadual piauiense, distribuídos no sistema PJe.

Sessões Virtuais

As sessões do Plenário Virtual são semanais, com início às 10h das sextas-feiras e têm duração de sete dias corridos, encerrando-se o prazo para votação dos demais desembargadores integrantes da Câmara na sexta-feira subsequente, às 09h59. Os integrantes do órgão julgador têm acesso ao relatório e ao voto inseridos pelo relator.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email