Início » Corregedoria » Corregedoria premia unidades e servidores que mais avançaram em produtividade durante a quarentena

Corregedoria premia unidades e servidores que mais avançaram em produtividade durante a quarentena

 
 

A Corregedoria Geral de Justiça do Piauí, em videoconferência realizada na última sexta (24), realizou a premiação das unidades judiciárias e dos servidores que mais avançaram em produtividade durante o período de isolamento social. Os certificados foram entregues pelo Corregedor Des. Hilo de Almeida Sousa.

“Nós reconhecemos o trabalho que vem sendo executado pelos servidores e unidades judiciárias em meio a uma realidade nova que enfrentamos devido à pandemia.Tivemos que reformular nossos planos e metas e cumprir o isolamento social, mas os servidores continuaram realizando um excelente trabalho e alcançando diversos resultados. Os certificados de produtividade são um símbolo de agradecimento não apenas do poder Judiciário, mas também em nome de todos os piauienses, que precisam e acreditam no trabalho da Justiça”, explicou o Corregedor.

Juiz Max Paulo Soares de Alcântara, do JECC de Parnaíba

O juiz Max Paulo Soares de Alcântara, titular do Juizado Especial Cível e Criminal da comarca de Parnaíba que recebeu o selo “Destaque em Produtividade” apontou o compromisso da equipe e a importância do reconhecimento do trabalho que vem sendo executado. “Em Parnaíba, já desempenhamos um trabalho de alguns anos mantendo uma boa produtividade com a equipe. Trabalhamos com a distribuição de responsabilidades, de forma que os servidores sentem-se comprometidos e engajados em suas funções. Assim, mesmo com o trabalho à distância conseguimos manter a qualidade e a quantidade da produtividade nesse período excepcional. Não é à toa que dois servidores de nossa equipe também receberam os certificados de produtividade da Corregedoria: Leandro Moreira Fontenelle, pela secretaria que mais baixou processos, e Marta Maria Oliveira Araújo, que ficou dentre os que mais movimentaram processos no período de pandemia. A premiação é interessante porque ela se apresenta como reconhecimento da administração, e isso proporciona motivação para a perpetuação da qualidade naquelas unidades que desempenharam um serviço adequado e digno, em um padrão que a população piauiense merece”.

Luciana Pádua Martins Fortes do Rego, Analista judicial da 2ª Vara de Feitos da Fazenda Pública da Capital


A analista judicial Luciana Pádua Martins Fortes do Rego, da 2ª Vara de Feitos da Fazenda Pública da Capital, também foi premiada na videoconferência e apoiou a iniciativa da CGJ-PI. “Sou servidora efetiva do TJ-PI há mais de 10 anos e considero que tenho exercido o meu cargo de analista judicial da mesma forma, desde o início, buscando contribuir para eficiência da prestação jurisdicional. O reconhecimento por parte da Corregedoria do TJ-PI pela dedicação, esforço e algumas vezes sacrifício é gratificante e motiva o servidor comprometido”, enfatizou a servidora.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Relação dos servidores e unidades premiadas:


Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email