Justiça Itinerante do TJ-PI apresenta boas práticas a dirigentes do Fonaje

 
 

A Justiça Itinerante do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) apresentou aos dirigentes do Fórum Nacional dos Juizados Especiais (Fonaje), nesta sexta-feira (11), as suas boas práticas. A reunião foi realizada por videoconferência e contou com a presença da presidente do Fonaje, desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina, Cristina Tereza Gaulia, do presidente do TJ-PI, desembargador Sebastião Ribeiro Martins, e do vice-corregedor geral da Justiça, desembargador Oton Lustosa.

O objetivo da reunião foi apresentar aos membros do Fonaje a exitosa experiência da Justiça Itinerante no Piauí, sua estruturação e funcionamento. Criado em 2003, o programa Justiça Itinerante leva cidadania e inclusão social à população hipossuficiente do interior e da Capital por meio da descentralização de serviços extrajudiciais e outros oferecidos pelos diversos parceiros do programa. Foram apresentados, também, dados sobre a atuação da JI desde sua criação no Piauí.

Durante o encontro, ressaltou-se a colaboração da JI para a efetivação do princípio da dignidade da pessoa humana e o atendimento aos moradores de rua, detentos do sistema prisional e indígenas, por exemplo.

Participaram, ainda, do encontro virtual os desembargadores desembargadora Sueli Pini, do Tribunal de Justiça do Estado do
Amapá, e desembargador Raduan Miguel Filho – Tribunal de Justiça do Estado Rondônia, membros do Fonaje; os magistrados Maria Célia Lima Lúcio, Carmen Ferraz, Maria Luíza Freitas, Thiago Aleluia, João Henrique; a superintendente da Justiça Itinerante do TJ-PI, Vanessa Brandão, além de servidores da unidade e de diversos Juizados Especiais.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email