Nupemec e Cejusc participam de ação de conscientização dos direitos humanos no bairro Santa Maria da Codipi

 
 

O Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), órgão do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), participou, no último sábado (7), de ação de conscientização e diálogo a respeito de direitos humanos e cidadania. A ação foi uma realização do Conselho Estadual de Direitos Humanos (CEDDH), que conta com participação do TJ-PI, e aconteceu no Centro de Esportes Unificado do bairro Santa Maria da Codipi, zona Norte de Teresina. A representante do Tribunal no CEDDH é a magistrada Keylla Ranyere Procópio, juíza titular da 3ª Vara de Família e Sucessões da comarca de Teresina.

A juíza Lucicleide Belo, coordenadora do Nupemec e titular da 8ª Vara Cível da comarca de Teresina, presente ao evento, ministrou uma palestra sobre as alternativas que o cidadão tem para ter seus direitos cumpridos no âmbito da Justiça. “A mediação e a conciliação têm um olhar voltado à pessoa que está por trás do processo. Nós trabalhamos muito essa rede de cidadania, de direitos humanos porque temos a função de humanizar o Judiciário a fim de que a pessoa (parte) chegue no Judiciário e seja vista, não só pelos fatos, versões do Direito, mas que a pessoa que está do outro lado (do processo) seja enxergada”, pontua a magistrada.

Durante a ação, uma equipe do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), órgão vinculado ao Nupemec, também ofereceu aos cidadãos do Santa Maria da Codipi orientações sobre direitos e cidadania, além de realizar a entrega de material explicativo. A magistrada Keylla Ranyere, juíza titular da 3ª Vara de Família e Sucessões da comarca de Teresina e representante do TJ-PI no CEDDH, também participou da atividade.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email