Início » Coordenadoria da mulher » Dia Internacional da Mulher: TJ-PI realiza evento voltado a magistradas e servidoras nesta sexta-feira (8)
 

Dia Internacional da Mulher: TJ-PI realiza evento voltado a magistradas e servidoras nesta sexta-feira (8)

O Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) e a Corregedoria Geral de Justiça (CGJ-PI), por meio da Superintendência de Gestão da Saúde e Qualidade de Vida (Sugesq), do Núcleo de Gestão Socioambiental (Nusa), da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (CEM) e do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), realizará, nesta sexta-feira (8), das 9 às 11h, uma Roda de Conversa com o tema “O Papel da Mulher na Sociedade Atual”, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. A Roda de Conversa será conduzida pela juíza Keylla Ranyere, pela delegada Eugênia Villa e pela deputada federal Margarete Coelho, no auditório do TJ-PI.

Na ocasião, as convidadas abordarão tópicos importantes relativos à representatividade feminina na sociedade contemporânea e abrirão espaço para discussões sobre o tema. O evento contará ainda com um coffee break especial e um sorteio de brindes para os presentes.

“Todas as magistradas e servidoras do TJ-PI estão convidadas a participar. Para tanto, contarão com permissão especial para se ausentarem de suas tarefas laborais durante o horário do evento, um incentivo para que possam prestigiar a ação em homenagem ao seu dia”, declara o presidente do TJ-PI, desembargador Sebastião Martins.  

Perfis

A magistrada Keylla Ranyere Lopes Teixeira Procopio é Bacharela em Direito pela Universidade Estadual do Piauí, especialista em Direito Civil e Processual Civil, Direito Eleitoral e Gestão Judiciária, juíza de direito do Tribunal de Justiça do Piauí há 16 anos, é titular da 3ª Vara de Família e Sucessões da Comarca de Teresina, idealizadora do Projeto Ipê e Coordenadora do Comitê Local de Gestão de Pessoas do TJ-PI.

A Delegada Eugênia Nogueira do Rêgo Monteiro Villa foi responsável pela criação da primeira delegacia de feminicídio do Brasil. Atua há 17 anos no segmento em defesa da mulher e hoje está à frente da Sub Secretaria de Segurança do Estado. É uma das idealizadoras do “Salve Maria”, aplicativo que facilita a denúncia de casos de violência contra a mulher. Atualmente, é doutoranda em Direito pelo Centro Universitário de Brasília – UniCEUB e mestre em Direito pela Universidade Vale do Rio dos Sinos.

Importante idealizadora e colaboradora de políticas públicas a favor da mulher, a Deputada Federal Margarete de Castro Coelho é ex-integrante da comissão de Defesa dos Direitos da Mulher na Assembleia Legislativa do Piauí e autora de diversas leis de Combate à Violência Contra a Mulher. É também doutoranda em Direito pelo Centro Universitário de Brasília – UniCEUB e mestre em Direito pela Universidade Vale do Rio dos Sinos.

Compartilhe: