Início » Destaques » Ejud-PI, Esmepi e Amapi firmam convênios com Associação Argentina de Justiça Constitucional e com Universidade de Buenos Aires
 

Ejud-PI, Esmepi e Amapi firmam convênios com Associação Argentina de Justiça Constitucional e com Universidade de Buenos Aires

A Escola Judiciária do Estado do Piauí (Ejud-PI), a Escola Superior da Magistratura do Estado do Piauí (Esmepi), a Associação dos Magistrados Piauienses (Amapi) e a Asociación Argentina de Justicia Constitucional (AAJC) firmaram convênio visando ao intercâmbio cultural, científico e acadêmico entre os magistrados do Piauí e da Argentina. A parceria foi formalizada durante o Intercâmbio de Integração Brasil-Argentina, evento comemorativo aos 60 anos de fundação da Amapi, realizado na última semana, em Buenos Aires (ARG).

Assinaram o convênio, o presidente da Amapi, juiz Thiago Brandão de Almeida; o diretor-geral da Ejud-PI, desembargador Fernando Lopes e Silva Neto; o juiz Thiago Aleluia, vice-diretor da Esmepi, representando o desembargador Edvaldo Pereira de Moura; e Patricio Maraniello, juiz federal argentino e presidente da AAJC.

Outra importante parceria firmada durante o intercâmbio é o convênio entre Ejud-PI. Esmepi, Amapi e Universidade de Buenos Aires (UBA), cuja Faculdade de Direito é considerada umas das 50 melhores do mundo, para oferta de vagas a valores mais acessíveis para magistrados piauienses nos cursos de pós-graduação da instituição.

Por meio da parceria, os magistrados piauienses poderão se inscrever no prestigiado Doutorado da Faculdade de Direito na Modalidade Intensiva, que é dirigido pelo Prof. Dr. Ricardo Rabinovich-Berkman. Assinaram o convênio, o presidente da Amapi, juiz Thiago Brandão de Almeida; o diretor-geral da Ejud-PI, desembargador Fernando Lopes e Silva Neto; e o juiz Thiago Aleluia, vice-diretor da Esmepi, representando o desembargador Edvaldo Pereira de Moura.

60 anos

Em 2019, a Associação dos Magistrados Piauienses comemora 60 anos de fundação. Para marcar a data, foi realizado, de 2 a 4 de maio, o Intercâmbio de Integração Brasil-Argentina, no qual a comitiva de magistrados do Piauí, da Bahia e de Minas Gerais pode conhecer o funcionamento dos tribunais no País, bem como assinar acordos de cooperação, participar de debates acadêmicos, conhecer as políticas públicas de áreas sensíveis, como segurança e justiça, e vivenciar uma experiência institucional pioneira para a Magistratura piauiense.

Evento extremamente proveitoso. Conhecer um pouco do funcionamento da Justiça argentina, também ter contato com o funcionamento dos Poderes Executivo e Legislativo, foi uma experiência única, uma iniciativa feliz da Amapi, que contou com a parceria da Ejud e da Esmepi, que também apostaram no sucesso dessa empreitada ousada. Uma experiência extremamente valiosa para todos nós, que voltaremos ao nosso país enriquecidos de informações dessa experiência que engrandece nossa formação como magistrados e que vão contribuir, inclusive, para o nosso trabalho”, avaliou o desembargador Fernando Lopes, diretor-geral da Ejud-PI.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email