Início » Destaques » Magistradas do TJ-PI participam do 1° Curso Nacional A Mulher Juíza: desafios na carreira e atuação pela igualdade de gênero
 

Magistradas do TJ-PI participam do 1° Curso Nacional A Mulher Juíza: desafios na carreira e atuação pela igualdade de gênero

Acontece, em Brasília (DF), de 15 a 17 de maio, o “1° Curso Nacional A Mulher Juíza: desafios na carreira e atuação pela igualdade de gênero”, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam), e pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (Enamat). Representam o Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) no evento as magistradas Maria Luíza Mello Freitas, Keylla Ranyere Procópio e Mariana Marinho Machado.

Os objetivos do curso são reconhecer cenários de gênero, com todos os ramos do Poder Judiciário, em especial questões relacionadas à carreira das magistradas, desenvolvendo estratégias para o aperfeiçoamento institucional; identificar elementos da inovação relativos à agenda do Judiciário tendo em vista a temática dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS); e analisar os resultados da pesquisa “Cenários de Gênero” no âmbito do Poder Judiciário, realizada pelo Departamento de Pesquisas Judiciárias, buscando elementos para o aperfeiçoamento de estratégias institucionais.

A juíza Mariana Marinho, titular da Vara Única de Itainópolis, falou sobre a importância do evento, uma vez que as mulheres atualmente representam 49% da magistratura nacional. “Todavia, em nossa carreira, não temos a devida valorização e reconhecimento como ocorre com os homens. Assim, é necessário debater e buscar vias para que as mulheres magistrados sejam também obtenham o devido reconhecimento e paridade”, opinou.

Juíza titular da 1ª Vara da Infância e Juventude da comarca de Teresina, a magistrada Maria Luíza Mello Freitas destacou a fala do ministro Antônio Herman Benjamin, diretor-geral da Enfam, acerca da necessidade de maior participação feminina nas Cortes para que se possa atingir a igualdade de gênero. “Espero que as discussões sejam proveitosas, a programação será bem extensa. Estou esperançosa de melhores dias. Agradeço a Enfam pela oportunidade de participar deste curso”, comentou, enumerando alguns temas de debate, como ingresso na carreira; as promoções e a composição nos Tribunais Superiores.

“No curso, debateremos temas que nos são muito caros, como a implementação da Resolução nº 255 do CNJ, o julgamento com perspectiva de gênero, dentre outros. Além disso, serão apresentadas boas práticas, experiências valiosas para o Comitê Gestor Local de Gestão de Pessoas do TJ-PI, que está fechando sua agenda para o biênio 2019/2020. Tenho certeza que serão dias de muito aprendizado. Agradeço penhoradamente ao TJ-PI por esta oportunidade”, afirmou a juíza Keylla Ranyere Procópio, titular da 3ª Vara de Família da comarca de Teresina, presidente do Comgespes.

 

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email