Início » Notícias » TJ-PI debate modernização dos processos e gestão em Tecnologia da Informação e Comunicação durante VI Enastic
 

TJ-PI debate modernização dos processos e gestão em Tecnologia da Informação e Comunicação durante VI Enastic

O Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) participou, entre os dias 24 e 26 deste mês, na cidade do Recife (PE), do VI Encontro Nacional dos Secretários e Diretores de Tecnologia da Informação e Comunicação dos Tribunais de Justiça Estaduais (Enastic). O evento teve como objetivo debater a modernização dos processos e gestão em Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) no Judiciário estadual.

Nesta edição do Enastic, compuseram a delegação do TJ-PI: os magistrados José Airton Medeiros, juiz auxiliar da presidência, e Marcelo Mesquita, juiz titular da 2ª Vara Criminal da comarca de Parnaíba, o secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação, Francisco de Assis Campos Filho, e os servidores da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STIC) José Rozendo Neto e Igor de Lima.

O Enastic  abordou temas que desde “Como pensar o futuro do trabalho” até “o Direito e o impacto das novas tecnologias”. Para o juiz José Airton Medeiros, o encontro foi uma oportunidade para discutir questões de “altíssima relevância”, especialmente na área da inteligência artificial. Estive em pauta a discussão de soluções para a otimização do andamento dos processos judiciais e de análises fiscais.

Também de acordo com o magistrado, algumas propostas apresentadas durante o Enastic podem ser aplicadas pelo Judiciário piauiense. O juiz auxiliar da Presidência usou como exemplo uma iniciativa do Ministério Público do Estado de Pernambuco, que lançou um concurso público para que start ups do ramo da tecnologia apresentassem idéias e protótipos para a agilização de processos judiciários.

De acordo com o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco, desembargador Adalberto de Oliveira Melo, anfitrião do evento, “o progresso tecnológico está intimamente ligado à evolução humana”. “Iniciativas como a realização desse encontro buscam reunir os melhores profissionais da área para a construção inovadora de meios capazes de unir os conceitos de tecnologia, de acessibilidade, e de utilidade, mas acima de tudo o conceito de humanidade. O bom uso dos serviços de tecnologia da informação e comunicação tem impacto direto na vida de cada pessoa”, declarou.

Enastic

A 6ª edição do Enastic contou com a participação de 35 tribunais, sendo 26 estaduais, três militares, e seis órgãos representantes do Judiciário federal, incluindo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ). No total, foram mais de 250 inscritos, sendo 30 magistrados.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email