Início » GMF » Pesquisa do GMF/UNINOVAFAPI aponta 57% de reincidência no PI
 

Pesquisa do GMF/UNINOVAFAPI aponta 57% de reincidência no PI

O Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário do Tribunal de Justiça do Piauí – GMF, através de seu coordenador adjunto, juiz José Vidal de Freitas Filho e a faculdade UNINOVAFAPI, através de seu professor, advogado Lucas Villa, apresentaram hoje, no Fórum Cível e Criminal de Teresina, o resultado de sua pesquisa sobre a reincidência no estado.
O levantamento foi realizado nos dados dos apenados da Vara de Execuções Penais de Teresina, de 2.886 pessoas, à época do início dos trabalhos, no segundo semestre de 2015, sendo pesquisados 575 processos, com a margem de erro de 2,61%.

Segundo os dados levantados, os apenados que responderam a outros processos criminais, por outros crimes, atinge o percentual de 57,21%.

Também foi constatado que, dos apenados da VEP, nenhum foi condenado pela prática de outro crime antes do transcurso de 5 anos da extinção da punibilidade no processo de execução.
Para o juiz Vidal de Freitas, a realização de pesquisas no sistema prisional é de extrema importância para a elaboração de políticas públicas voltadas à redução da violência e da criminalidade.

Acrescenta Vidal de Freitas que o percentual obtido, de 57,21% de reincidência genérica, é muito elevado, mostrando a necessidade de novas pesquisas, para ser traçado o perfil dessas pessoas, para a implantação de medidas para sua reinserção social.

—–
Fonte: Vara das Execuções Penais/GMF

Compartilhe:

Últimas Notícias