Comissão de Gestão de Teletrabalho lança questionário para avaliar possíveis melhorias no TJ-PI

 
 

A Comissão de Gestão de Teletrabalho acaba de lançar um questionário avaliativo para gestores e servidores do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) acerca do atual modelo de trabalho remoto adotado na Justiça estadual piauiense. Para o questionário do servidor, são 13 perguntas de múltipla escolha, seguidas de uma pergunta discursiva; já para o gestor, são 14 perguntas de múltipla escolha, seguidas de uma pergunta discursiva.

“As respostas dos servidores levantarão dados estatísticos que serão apresentados à alta administração para que sejam encontradas soluções para as dificuldades apresentadas”, esclarece Josué do Nascimento, membro da Comissão de Gestão de Teletrabalho e representante da Corregedoria Geral da Justiça no colegiado. O servidor também revela que “o questionário foi criado a partir de observações e pesquisas semelhantes já realizadas em outros tribunais”.

A Comissão de Gestão de Teletrabalho é constituída por cinco gestores, que representam diferentes setores da Justiça piauiense. Atualmente, a coordenadora da comissão é Gianna Lúcia Lobo, representante da Secretaria Geral do TJ-PI. Sua função é analisar os resultados pelas unidades do TJ-PI, apresentando relatórios à Presidência e à Corregedoria Geral no tocante ao aperfeiçoamento da prática do teletrabalho no TJ-PI. Sua criação se deu por meio do Provimento Conjunto no. 35/2017, que também rege as normas de teletrabalho no âmbito do TJ-PI.

Acesse o questionário para gestores aqui.

Acesse o questionário para servidores aqui.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email