Constelação Familiar no Judiciário: Cejusc e Nupemec promovem mais uma prática nesta segunda-feira (24)

 
 

Mais uma prática da Constelação Familiar, integrante do projeto Leis Sistêmicas a Serviço da (Re)conciliação, acontecerá na próxima segunda-feira (24), a partir das 08h30, no auditório Pleno do TJ-PI. As atividades serão conduzidas pela facilitadora Adriana Queiroz. O projeto é desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), por meio do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) e do Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc), e é vinculado ao convênio com o Núcleo de Soluções Sistêmicas.

Durante as práticas de Constelações Familiares, a facilitadora aplica o método desenvolvido pelo pedagogo e psicoterapeuta alemão Bert Hellinger, que leva a compreensão das divergências e conflitos existentes nos sistemas familiares das partes. As práticas integrativas compõem mais um método de mediação e conciliação na resolução de conflitos, consistindo na aplicação de metodologias nas dinâmicas em grupos de pessoas.

Os participantes são instruídos a interagir de forma espontânea uns com os outros e a representarem papéis correspondentes às suas funções e as dos membros de sua família para que, dessa forma, seja possível a identificação e reconhecimento de determinadas condutas ou padrões no comportamento disfuncionais, tratar a causa raiz do problema e, assim, encontrar uma solução para o conflito existente. Para a facilitadora, as metodologias aplicadas na constelação beneficiam a sociedade como um todo: “Todos saem beneficiados, tanto os consteladores quanto as pessoas que têm processos em trâmite na Justiça, pois conseguimos ajudar os agentes envolvidos quanto à compreensão mais profunda de seus conflitos e assim, podemos harmonizar a situação e dar-lhes uma solução satisfatória”.

As atividades são gratuitas e são voltadas às partes interessadas na resolução de seus litígios, bem como aos advogados, mediadores, servidores e demais convidados que queiram participar das dinâmicas.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email