Outubro Rosa: Sugesq/TJ-PI promove live em parceria com Fundação Maria Carvalho Santos nesta segunda-feira (26)

 
 

Com o tema “Remédios que Sobram na Sua Casa, Remédios que Você Precisa”, o Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), por meio da Superintendência de Gestão da Saúde e Qualidade de Vida, promoverá live nesta segunda-feira (26), às 18h30, em seu perfil no Instagram, @tjpioficial. O evento acontece em alusão ao Outubro Rosa, movimento de mobilização sobre a prevenção ao câncer de mama. O bate-papo será conduzido pelo médico Luis Ayrton Soares Júnior, mastologista e presidente da Fundação Maria Carvalho Santos, e pelo mediador Náiguel Castelo Branco, especialista em hematologia clínica e servidor do TJ-PI.

Além da campanha Outubro Rosa 2020, a live tratará sobre a Farmácia da Maria, iniciativa da Fundação Maria Carvalho Santos, por meio da qual são recolhidos remédios que sobram na casa dos doadores, sem uso para eles, mas ainda dentro do prazo de validade. Essa medicação é, então, repassada a pessoas em situação de vulnerabilidade social.

“Existem pessoas carentes que precisam do medicamento para ter um alívio da dor ou doença. O cuidado é para que se evite fazer a doação de remédios deteriorados pelo sol ou pela umidade, por exemplo. A pessoa que for doar deve estar atenta também ao prazo de validade. O ideal é o medicamento seja entregue em pelo menos dois meses antes do vencimento”, explica Náiguel Castelo Branco, servidor do TJ-PI e supervisor da Farmácia da Maria.
A Fundação Maria Carvalho Santos, organização sem fins lucrativos dedicada a prevenção e cuidados de pacientes com câncer.

Outubro Rosa
Outubro Rosa é uma campanha anual realizada mundialmente em outubro, com a intenção de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. A mobilização visa também à disseminação de dados preventivos e ressalta a importância de olhar com atenção para a saúde, além de lutar por direitos como o atendimento médico e o suporte emocional, garantindo um tratamento de qualidade. Durante o mês, diversas instituições abordam o tema para encorajar mulheres a realizarem seus exames e muitas até os disponibilizam. Iniciativas como essa são fundamentais para a prevenção, visto que nos estágios iniciais, a doença é assintomática.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email