SAPRe: TJ-PI implanta sistema informatizado de gerenciamento de precatórios

 
 

O Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), por meio da Coordenadoria de Precatórios (CPrec) e da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (STIC), desenvolveu e está implantando um sistema informatizado de gerenciamento de precatórios. O Sistema de Automação de Precatórios e RPV (SAPRe) funciona de maneira simplificada, funcional e intuitiva, agilizando o trabalho dos servidores do TJ-PI e ampliando a transparência para credores e entes devedores.

Trata-se de um sistema informatizado que possibilita a minuciosa conferência de documentação, gerenciamento de fila e pagamentos de precatórios e RPVs (Requisições de Pequeno Valor), assegurando maior segurança e exatidão na prestação do serviço, mais transparência ao processo e maior eficiência à Coordenadoria de Precatórios.

Segundo o magistrado João Manoel Ayres, coordenador da Coordenadoria de Precatórios do TJ-PI, o “sistema vai virtualizar e digitalizar toda essa fase do recebimento de precatórios e RPVs”. “O SAPRe foi desenvolvido pelo TJ-PI e receberá todos os ofícios de requisição de precatórios, bem como pedidos de RPV. Assim, nós poderemos ter controle em tempo real de todos esses ofícios”, afirmou.

De acordo com o analista Lúcio Brígido Júnior, um dos responsáveis pela confecção do sistema, por meio do SAPRe, os processos poderão ser acompanhados a cada nova movimentação, permitindo a publicação em tempo real da lista de precatórios, hoje realizada apenas uma vez ao ano.

Precatório
Precatório é o reconhecimento judicial de uma dívida que o ente público tem com o autor da ação, seja ele pessoa física ou jurídica. O TJ-PI é o responsável por gerenciar a “cobrança” do ente devedor, de modo que seja garantida a exatidão do crédito e a ordem de pagamento.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email