TJ-PI assina termo aditivo e passa a integrar a Rede de Controle de Gestão Pública

 
 

O presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI), desembargador Sebastião Ribeiro Martins, assinou, na manhã de hoje (3), o termo aditivo que formaliza seu ingresso na Rede de Controle de Gestão Pública, iniciativa que visa combater a corrupção e articular as diferentes entidades públicas em uma rede integrativa de dados e informações. Na oportunidade, o desembargador também anunciou dois representantes do TJ-PI que atuarão na Rede, o secretário de assuntos jurídicos, Paulo Ivan, e a superintendente de controle interno, Isabela Tabatinga.

Para o desembargador Sebastião Martins, a ocasião reflete o compromisso do TJ-PI com a transparência. “A Rede de Controle é um colegiado que abrange diferentes entidades com o compromisso de melhorar a gestão pública; por isso, além do importante combate à corrupção, a Rede tem um papel social muito importante. É um mecanismo dinâmico”, avaliou o presidente. “Digamos que o Tribunal de Contas da União (TCU) precise de um dado que nós dispomos. Com a Rede, esse dado pode ser enviado de maneira muito mais rápida e integrada”, completou.

De acordo com o secretário do TCU, Luís Emílio Passos, “a Rede de Controle da Gestão Pública tem uma preocupação com a articulação entre os órgãos públicos”. Luís Passos, assim como o desembargador Sebastião, também enfatizou o compromisso da Rede com o combate à corrupção no Piauí.

Rede de Controle da Gestão Pública

Fazem parte da Rede de Controle da Gestão Pública, além do TJ-PI e da Polícia Militar (que também aderiu à Rede na manhã de hoje): Tribunal de Contas da União, Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União, Tribunal de Contas do Estado do Piauí, Ministério Público de Contas do Piauí, Advocacia-Geral da União, Ministério Público Federal, Ministério Público do Estado do Piauí, Controladoria-Geral do Estado do Piauí, Polícia Federal, a Secretaria da Receita Federal do Brasil, Departamento Nacional de Auditoria do SUS, Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, Delegacia-Geral da Polícia Civil do Piauí, Polícia Rodoviária Federal e Corregedoria-Geral da Justiça do Estado do Piauí.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email