TJ-PI construirá novo fórum na comarca de Demerval Lobão

Publicado por: Vanessa Mendonça

 
 

Para oferecer melhores condições de trabalho a magistrados e servidores e melhor atendimento a usuários dos serviços do Judiciário, o Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) construirá um novo fórum na comarca de Demerval Lobão. Nesta segunda-feira (27), foi assinado Termo de Doação do terreno onde o prédio será instalado.

O projeto arquitetônico da nova sede do Judiciário na comarca já foi elaborada pela Superintendência de Engenharia e Arquitetura. A área do terreno é de 3.450,00m², com previsão de área construção total de 2.281,20 m², sendo 449,20m² de área construída no térreo, 449,20m² de área construída em andar superior, além de áreas para guarita, lixeira, vestiário, cobertura e Arquivo Central.

O Termo de Doação foi entregue pelo tabelião Ilimane Fonseca ao presidente do TJ-PI, Des. Hilo de Almeida

“Essa é uma obra muito importante pela necessidade de uma melhor estrutura física para atender as atuais e futuras demandas da unidade judiciária, inclusive com salas de videoconferência, uma demanda recente de nosso Judiciário. Além disso, instalaremos também um Arquivo Central, em função da necessidade de mais espaço de armazenamento e de centralização de todo estoque documental em uma sede única, facilitando seu controle e acesso”, detalhou o desembargador Hilo de Almeida Sousa, presidente do TJ-PI.

O prédio contará com Vara com estrutura completa, contando com secretaria, sala de audiência, assessoria e gabinete, e recepção, salas para Defensoria, Ministério Público, Central de Mandados e OAB, auditório para 80 pessoas e espaço interno do Tribunal do Júri com espaço para celas, sala de testemunha, banheiro, cabine de som e projeção e a sala secreta.

O novo fórum comportará, ainda, salas que contemplam as novas exigências para o funcionamento da unidade judiciária, como salas de videoconferência, mediação, serviço integrado social e depoimento especial.

Arquivo
Já o Arquivo Central contará com sala de recebimento/triagem da documentação, sala de tratamento/catalogação, sala resistente a incêndio para documentos especiais e sala de pesquisa para consulta externa da documentação.

Todas as edificações possuem rampas, banheiros acessíveis, balcão de atendimento acessível, portas dimensionadas com os vãos adequados, entre outros itens presentes nas Normas da ABNT 9050, para garantir a acessibilidade de pessoas com deficiência.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email