Início » Corregedoria » Curso de Administração Judicial Aplicada inicia segundo módulo abordando Liderança, Gestão de Equipes e Gestão de Conflitos

Curso de Administração Judicial Aplicada inicia segundo módulo abordando Liderança, Gestão de Equipes e Gestão de Conflitos

 
 

O Curso de Administração Judicial Aplicada, que vem acontecendo através de Ensino à Distância, para mais de cem magistrados e servidores, entra na sua quarta semana. Nesse segundo módulo, o curso, que é promovido pela Corregedoria Geral de Justiça em parceria com a Escola do Judiciário, discutirá a Administração de Serviços no contexto do Judiciário, aspectos da Liderança, Gestão de Equipes e Gestão de Conflitos, além das ferramentas da Melhoria Contínua.
Semana passada, o curso realizou uma transmissão direta, conhecida como “live”, através do Instagram.  O assunto da live proferida pelos professores Carlos Haddad e Luis Pedrosa foi o diagnóstico inicial das unidades. “Agora, mais do que nunca, precisamos voltar os olhos para a gestão. E o Curso Administração Judicial Aplicada está nos dando o suporte teórico para gerir os recursos materiais e humanos que compõem as unidades judiciárias. Nesse período de isolamento, a Justiça continua trabalhando e o curso é importante também para preparar nossos servidores e magistrados para a nova Justiça. Certamente quando voltarmos a trabalhar como antes, teremos novas habilidades e novas formas de resolver nossos problemas”, destaca o Corregedor Geral de Justiça, desembargador Hilo de Almeida Sousa.
Um dos avanços já percebidos pelo Curso de Administração Judicial Aplicada é a capacidade dos participantes de lidar com novas tecnologias, inicialmente para participar em videoconferências e agora para assistir lives no Instagram ou no Youtube.  “Alguns participantes estão vivenciando seu primeiro contato com a plataforma de aprendizagem a distância e diminuindo a resistência ao uso da tecnologia. Além de aprender novas estratégias para lidar com gestão de unidades judiciárias, acelerando o trabalho da Justiça, nossos servidores e magistrados estão se preparando para um novo mundo que vai surgir depois da pandemia”, acredita o corregedor.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email