Início » Corregedoria » CGJ fortalece Secretaria Remota para acelerar produtividade no primeiro grau

CGJ fortalece Secretaria Remota para acelerar produtividade no primeiro grau

 
 

A partir desta semana a Secretaria de Apoio Remoto às Unidades Jurisdicionais de 1º Grau (Secretaria Remota), que já havia iniciado algumas de suas atividades, passa a funcionar com a equipe completa. O projeto foi instituído pelo Provimento nº 32/2019 e seu grande  diferencial é a possibilidade de atuar de forma remota nos atos processuais cartorários nos feitos eletrônicos em âmbito de serventias de primeira instância do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí. Em março as unidades judiciárias atendidas serão União, Itainópolis e Simões.

O trabalho da Secretaria Remota é possível graças ao processo de digitalização, realizado pela Corregedoria Geral de Justiça do Piauí, que permitiu que os servidores designados para o projeto trabalhem de Teresina, economizando custos para o Judiciário piauiense. É vantajoso ainda para os jurisdicionados, pois como os procedimentos são realizados de forma eletrônica, não existe o risco e perda ou extravio dos processos e torna mais rápida a movimentação dos mesmos e o acesso por meio do PJe, de onde estiver, para os advogados das partes processuais.

Ao conduzir a reunião que marcou o início do trabalho com a equipe completa, Dr. Manoel Dourado, juiz auxiliar da Corregedoria, enfatizou a importância de buscar sanar as necessidades das unidades judiciárias para uma prestação jurisdicional cada vez mais eficaz e encorajou a equipe. “Temos que entender que cada ação realizada no Judiciário afeta as vidas das pessoas em outras diversas circunstâncias, e que devemos focar na força coletiva do nosso trabalho, agirmos como uma unidade, de forma que possamos estar alinhados para a melhor resolução dos procedimentos que realizaremos.”

O processo de seleção para os servidores que atuarão na Secretaria Remota aconteceu por meio de critério de produtividade dos perfis analisados no sistema “TJPI em Números”. O coordenador do projeto, Pedro Paulo Silva declara que “Estamos vivenciando uma nova era no TJPI. O processo virtual é realidade. Precisamos trabalhar com essa nova ferramenta para buscar os melhores resultados. A Secretaria Remota é o meio que a Corregedoria Geral da Justiça encontrou para buscá-los. A seleção por critério meritório dos servidores lotados é um grande avanço”

Rosângela Félix e Maria Hérika estão entre os servidores que atuarão na equipe e emocionam-se ao falar sobre a seleção. “Sinto-me lisonjeada, pois muitas vezes estamos ali sempre trabalhando e produzindo e não percebemos as oportunidades passando. Mas o fato de termos sido selecionadas pela nossa produtividade mostra que o que importa mesmo é estarmos cumprindo bem o nosso papel, pois assim a oportunidade também vem até nós” declara Rosângela.

“Fiquei muito feliz pelo reconhecimento do meu trabalho, quase não acreditei quando me chamaram. Posso garantir que trabalharei para continuar fazendo jus a esse mérito. Esse reconhecimento da Corregedoria é muito importante para nós servidores” complementa Maria Hérika.

A equipe contará com 15 postos de trabalho em sala própria para o funcionamento da Secretaria de Apoio Remoto no prédio do Fórum Cível e Criminal Desembargador Joaquim de Souza Neto.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email