Início » Corregedoria » Recém-digitalizada, comarca de Castelo do Piauí recebe correição
 

Recém-digitalizada, comarca de Castelo do Piauí recebe correição

A Corregedoria Geral da Justiça finalizou nesta sexta-feira a correição na comarca de Castelo do Piauí. Recentemente, a unidade passou a ser 100% digital, depois que foram migrados 1.076 processos cíveis físicos; e deve ser a próxima a receber o Serviço Integrado Multidisciplinar.

O juiz auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça, Luiz de Moura Correia explica que a correição é um processo sistemático das Corregedorias, sob determinação do Conselho Nacional de Justiça, para fiscalização, orientação e acompanhamento do trabalho desenvolvido nas unidade judiciárias.

Durante a correição, o magistrado responsável pela Comarca, Dr. Leonardo Brasileiro, acompanhou todo o trabalho e autorizou que fosse feita em sua unidade a digitalização da comarca vizinha, de São Miguel do Tapuio. “A internet na comarca de São Miguel do Tapuio apresentou problemas, fato que obrigou trasladar todos os seus processos físicos para Comarca de Castelo, a fim de realizar a sua digitalização. Fica nossa gratidão ao magistrado, não só pelo apoio nos trabalhos da correição, juntamente com a sua maravilhosa equipe, mas também pela solidariedade e parceria. Esse é o espírito do Judiciário que precisamos e que vem sendo estimulado pela Corregedoria. Um Judiciário resolutivo e realmente colaborativo”, pontua o juiz auxiliar.

Durante a visita à Castelo do Piauí, Dr. Luiz Moura avançou no sentido de firmar parceria com a Prefeitura Municipal para implantação do SIM -Serviço Integrado Multidisciplinar. “Já visitamos a possível sede das futuras instalações do SIM, juntamente com o Dr. Leonardo Brasileiro. Nosso objetivo é implantarmos o mais rápido possível o Serviço, dotando todas as nossas Comarcas de um espaço para atendimento multidisciplinar de apoio à criança, idoso e à mulher vítima de violência, através de profissionais especializados nas áreas da psicologia, assistência social e saúde; visando integrar ações de prevenção, sobretudo, em prol dos mais vulneráveis” ressaltou.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email