Início » Composição » Des. Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho

Des. Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho

Desembargador Luiz Gonzaga Brandão de Carvalho nasceu em Piracuruca (PI), a 15 de outubro de 1946. Filho de Luiz Gonzaga de Carvalho e Áurea Brandão de Carvalho. Cursou o primário no Ginásio Municipal de Piracuruca e ginasial no Colégio Estadual Zacarias de Góes (Liceu Piauiense), Teresina (PI). Graduado pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Piauí em 1972. Ocupou os cargos: Técnico Sênior (Fundação Cultural do Piauí), Vigilantes de Menores (Juizados de Menores de Teresina), Secretário Substituto, Membro do Conselho Estadual de Cultura, Chefe de Gabinete da Secretaria (Secretaria de Cultura do Estado do Piauí), Subsecretário da Secretaria de Justiça do Estado do Piauí e Secretário de Justiça Interino. Foi acessado ao cargo de Desembargador do Egrégio Tribunal de Justiça do Estado do Piauí na vaga destinada a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PI), a 13 de março de 1992. Exerceu o cargo de Presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí – 1996-1997. Ex-conselheiro da OAB. Trabalhos Publicados: “Autonomia Municipal (1987)”, “Estágio Profissional para Advocacia”, “Há legitimidade no Plano Collor?” (Jornal “O Advogado”), discurso perante o Egrégio Tribunal de Justiça do Piauí (Posse do Des. José Carneiro Neto representando o Pres. da OAB-PI), A Burocracia Jurídica, vários artigos esparsos (O Advogado), discurso publicado em sua própria posse (1992), discurso publicado no Tribunal Pleno (1996), artigos publicado no Jornal o Dia. Principais Condecorações: Diploma concedido pelo Sindicado dos Jornalistas do Piauí e Instituto dos Escritores Piauienses, Medalha “Coelho Rodrigues” (AMAPI), Medalha do Mérito da Polícia Federal, “Medalha do Mérito Heróis do Jenipapo”, “Medalha do Mérito Renascença”, “Medalha do Mérito Judiciário”, Comenda em Roraima – “Honraria da Justiça” e Comenda conferida pelo Tribunal de Justiça da Paraíba”. Título de cidadania de: Pedro II, Picos, Água Branca, Itainópolis, Teresina, Francisco Santos, Mons. Hipólito, Canto do Buriti, Alto Longá, Nossa Senhora dos Remédios, Avelino Lopes, Lagoa de São Francisco, Parnaíba, Santana do Piauí, Barras, Cajueiro da Praia, Domingos Mourão, Batalha, Bocaíína, Piripiri, Santa Cruz do Piauí, Simplício Mendes, Bom Jesus, Milton Brandão, Cocal, Luiz Correia, Paquetá, Dom Expedito, Santana, Canabrava, José de Freitas e São José do Divino. Eleito em 01 de Junho de 2000 para exercer a Presidência do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, no Biênio 2000/2002. Patrono do Fórum da Comarca de Água Branca. Relator de 435 Acordãos publicados, até 09 de setembrode 2010, no Site do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí: www.tjpi.jus.br, no Link “Jurisprudência”.

Fonte/Fotografias: Dinavan Fernandes

Compartilhe: