Início » Destaques » TJ-PI adquire 200 notebooks para magistrados de 1º e 2º graus
 

TJ-PI adquire 200 notebooks para magistrados de 1º e 2º graus

O Tribunal de Justiça do Estado do Piauí (TJ-PI) adquiriu 200 notebooks de última geração para magistrados de 1.º e 2.º graus, como forma de oferecer melhores condições de trabalho a juízes e desembargadores, especialmente em função do avanço da virtualização do Poder Judiciário. Nesta sexta-feira (5), o presidente do TJ-PI, desembargador Sebastião Ribeiro Martins, realizou a entrega simbólica de uma unidade à magistrada Carmelita Oliveira, juíza substituta da 1ª Vara da Fazenda Pública da comarca de Teresina. O equipamento e os sistemas instalados passarão por período de testes, após o qual os demais aparelhos serão entregues aos magistrados.

“Com o processo eletrônico, o notebook é o segundo gabinete do magistrado. Por isso, atendendo a um pleito da Amapi (Associação dos Magistrados Piauienses), priorizamos a aquisição desses equipamentos, que são de última geração, e esperamos que esse investimento possa ser revertido em uma maior celeridade no trâmite processual”,  ressaltou o desembargador Sebastião Ribeiro Martins, em solenidade no Gabinete da Presidência, acrescentando que o investimento foi feito com recursos próprios do TJ-PI, oriundos do Fundo de Reaparelhamento e Modernização Poder Judiciário do Estado do Piauí (Fermojupi).

A aquisição destes computadores portáteis está contemplada na iniciativa estratégica Ampliação e Atualização do Parque Tecnológico do TJ-PI, tendo em vista a defasagem dos equipamentos utilizados atualmente, com tempo de vida útil de mais de cinco anos. Com os novos equipamentos, será possível ampliar a disponibilidade dos sistemas judiciais aos magistrados e assegurar maior mobilidade do uso do Processo Judicial Eletrônico (PJe) no âmbito da Justiça Estadual.

O secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação do TJ-PI, Francisco de Assis Madeira, destacou o alto nível tecnológico do equipamento adquirido: são computadores portáteis ultrafinos da marca Dell, de oitava geração (a mais recente), com capacidade de 256 GB, memória de 16 GB, além de  docking station.

O presidente da Amapi, juiz Thiago Brandão, agradeceu a sensibilidade do presidente Sebastião Martins de atender ao pleito feito pela Associação em seus primeiros dias de gestão. “Reconhecemos esse gesto de valorização e tratamento isonômico aos magistrados”, afirmou. “Sem um computador de ponta, nosso trabalho fica inviabilizado. Essa prioridade da gestão merece ser louvada”, complementou a magistrada Carmelita Oliveira.

Compartilhe:
Print Friendly, PDF & Email